Seja feliz no Seu Metro Quadrado

Olá, que bom que você chegou aqui. Nesta reportagem inaugural do Seu Metro Quadrado vou abordar um tema bem delicado sobre a compra de um imóvel. Primeiro penso que as reportagens sobre o mercado imobiliário deveriam sair dos cadernos de Economia e ocupar o noticiário de comportamento, saúde ou bem-estar.

Nenhuma outra aquisição na vida de um brasileiro mexe tanto com as emoções que a compra da casa própria.

Quem está decidido a comprar, acompanha as reportagens e, a grande maioria, pouco entende tantas siglas, SFH, SFI, Recursos da Poupança, do FGTS.

Não quero aqui, dar aulas de economia e explicar cada um desses sistemas.

Minha intenção é ajudar quem quer comprar um imóvel de forma saudável, desvendando algumas armadilhas de tal transação.
O cenário atual

Antes, para quem quisesse comprar um apartamento usado, saindo do aluguel quase que de imediato para a prestação, podia juntar 10% do valor do imóvel e os restantes 90% poderia recorrer ao financiamento da Caixa Econômica Federal, hoje isso não é mais possível.

Com a retração da Caixa, as instituições privadas, aumentam a oferta de crédito imobiliário. Afinal, este comprador é interessante para os bancos, pois com ele, manterão um relacionamento de até 30 anos ou mais.
Muitas instituições oferecem meios de simulação de seus créditos imobiliários pela internet. Isso é bem interessante, pois se você pensa em comprar um imóvel de 300 mil reais, saberá quanto precisa ter de entrada, o valor da prestação e as taxas de juros que serão reajustadas anualmente.

Mas fique atento! Em alguns casos, para este imóvel de 300 mil reais, pede-se uma renda familiar de 7 mil reais (pode ser juntar até 3 pessoas para este montante) e a prestação sairá em torno de 4 mil reais. Se foi preciso juntar mais de uma pessoa para compor a renda, como essa dupla ou trio sobreviverá com 3 mil reais. É endividamento na certa. Problemas financeiros geram doenças, como depressão, irritação, preocupação, tristeza, entre tantos outros sintomas nada agradáveis.

Plantões de lançamentos
Adoro visitar os estandes de oferta de imóveis na planta. Normalmente são umas gracinhas e sempre têm um bom cafezinho expresso ou, em alguns casos, um bufê completo, até com prosecco.

Gosto também – e muito – dos corretores de imóveis. Eles têm o dom de transformar os nossos sonhos em realidade. Neste local, tudo é possível. Você tem a entrada do imóvel financiada, paga prestações que cabem em seu bolso e tem custos anuais ou semestrais calculados de acordo com a poupança que certamente é possível fazer.

Tudo corre tranquilamente até o imóvel ficar pronto. A situação, para alguns, começa a complicar quando a relação passa a ser com os bancos. As exigências para continuar o financiamento são enormes, a renda que antes bancava as prestações, em alguns casos, triplica e nem pensar em chegar perto do crédito bancário, se você tem um breve histórico de negativado, ou seja, nome sujo.

Mas nem tudo está perdido. Um novo termo surge, o tal do Distrato. A imobiliária que no início o fez acreditar que tudo era possível, vai te devolver o que gastou, ficando apenas com uma taxa administrativa, que pode chegar a até 20%. Você ajudou a construtora erguer o prédio, não ficou com a sua unidade e ainda assim, perdeu dinheiro.

Minha intenção aqui, não é fazer você desistir de comprar um imóvel, muito pelo contrário. Vivo de falar desse mercado que movimenta milhões da economia e que faz muita gente feliz. Quero que você tenha seu imóvel, curtindo cada metro quadrado dele, com saúde, qualidade de vida e tranquilidade.

Escreva para gente e conte a sua situação. O Seu Metro Quadrado conta com especialistas que analisarão cada caso, auxiliando nesta tão importante conquista. Não temos vínculos com imobiliárias, construtoras ou empresas de consultorias ou financiamento. Sua situação será analisada de forma jornalística e imparcial. Podemos garantir sua privacidade omitindo seu nome ou você mesmo escolhe um pseudônimo para identifica-lo.

7 comentários sobre “Seja feliz no Seu Metro Quadrado

  1. Rodrigo Garcia Responder

    Parabéns pelo blogue. Sucesso.
    Beijos
    Rodrigo Garcia

  2. VALTER DAL BELLO Responder

    GOSTARIA DE PARABENIZAR E DESEJAR A VOCE MUITO SUCESSO EM TODOS OS SENTIDOS MEUS PARABENS QUERIDA BEIJOS !!!!

  3. Silvia Carneiro Responder

    Elenita, muito legal essa iniciativa. Você coloca seus conhecimentos e talento a serviço de quem busca informação didática sobre a compra de imóveis. Parabéns e sucesso!!!

  4. Luciano Responder

    Muito interessante este espaço aberto para um assunto tão importante e delicado da vida de qualquer brasileiro. Que tenha muito sucesso!

  5. Juliana Pederzoli Responder

    Elenita, parabéns pelo blog! São dúvidas que todos temos e são muitas fontes para consultar. Mesmo quem quer investir não sabe por onde começar.
    Minha família tem um terreno que gostaria de construir para depois alugar, mas pra quem não é do ramo ficam inúmeros questionamentos.
    beijos!

  6. marcita Responder

    Adorei seus comentarios e acredito que precisamos de muitas pessoas como voce orientando e fazendo pensar.
    parabéns

    • Elenita Fogaça Responder

      Oi Marcita, muito obrigada. Todas as quintas-feiras apresento novos textos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *